Revendo conceitos, combatendo heresias e defendendo a fé original
** Deseja nos enviar uma crítica, dúvida ou sugestão? Visite a Página de Contato e deixe seu recado! Faça seus estudos bíblicos rápidos de maneira prática e eficaz... conheça nosso recurso online para Estudo Pessoal!
O artigo "Doutrina de Demônios", que por muito tempo foi o mais lido do blog, está sendo reescrito! Por se tratar de um artigo extenso, será repostado em partes. Aguarde!
Para acompanhar novos artigos, curta nossa página no Facebook ou nos siga no Twitter.

A Salvação é dos Fariseus



"Em nada vos espanteis dos que resistem, o que para eles, na verdade, é indício de perdição, mas para vós de salvação, e isto de Deus."
(Filipenses 1:28)

     Para os carnais, o evangelho da graça é motivo de tropeço, é perdição. A carne quer se salvar por mérito próprio, mas o evangelho do espírito diz que Jesus já morreu para que você fosse salvo do pecado. Toda glória pela salvação pertencem a Deus e a seu Cristo, isto quer dizer, que nenhuma glória pertence a você. Tudo o que você faça, é pura vaidade. Como diz Salomão: Vaidade por vaidade, tudo é vaidade.

     Se você nasceu, se você vive, se você respira e se você é salvo, todo mérito pertence a Deus e ao Cristo. Os carnais não aceitam esse evangelho da verdade, vivendo presos sobre dogmas e dogmas, regras sobre regras, que de nada aproveita o espírito mas só a carne.

      Resta a esse mundo aceitar a salvação. Muitos perguntam: Se a salvação é universal, por que pregar o evangelho? A resposta está no próprio evangelho que diz que Jesus é salvador de todos. Quando se prega o evangelho da reconciliação universal, o homem aceita de que está salvo em Cristo, e em consequência a isso, se salva da condenação da lei que vive o privando da liberdade que há em Cristo.

      Quando digo que a salvação é dos fariseus, não digo por mim mesmo em espírito, mas digo em carne. Pois toda carne quer que seu modo de vida seja a causa da salvação. Quando os pregadores em seus grandes púlpitos pregam que Jesus é o único caminho que salva, faz desse caminho a igreja que representam. Isso é hipocrisia. Pregam que a salvação está em Cristo mas na prática a salvação que pregam está nas regras impostas por eles. Essa mesma hipocrisia reinava entre os fariseus.

     A salvação para tudo está em Cristo, não em homens.

     Enquanto a humanidade procurar salvação em homens, se prenderá debaixo de dogmas e discussões que não levam a nada. Mas quando o homem procurar a salvação que há em Cristo, saberá que nada tem a fazer para ser salvo: Verdadeiramente estará livre.

      A salvação é dos fariseus, diz minha carne, e a salvação é de Cristo, diz meu espírito. A quem atenderei? Satisfarei a carne para me gloriar, ou ouvirei o espírito para gloriar a verdade que há em Cristo?

      Como adorarei de verdade ao meu Deus?
Será naquele monte, naquela religião, naquela igreja, naquele dogma? Adorarei pela regra imposta dos homens ou adorarei em espírito e em verdade?
      Em Deus não há ateu, não há muçulmano, não há hindu, não há católico, não há protestantes: Mas existe bilhões de seres humanos injustos, que sem merecimento algum estão justificados em Cristo.

      Não se deixem enganar. Os homens nunca se salvarão, por meio de obras! Inútil e fraco é, seguir a lei! A graça que há em Cristo, essa te salvará, sem mínima influência de suas obras. Os que tentam se justificar por obras, caído está da graça. Se salve da lei, se salve da condenação, se salve de rituais fracos, acredite e tenha fé na graça que há em Jesus.

      Tantos homens em periferias se condenam a todo instante, e são condenados a todo instante por outros homens? A humanidade não precisa de mais condenadores, mas de pessoas que vivam no espírito de Cristo que diz: Vai, e não peques mais.
Se houvesse mais misericórdia, se houvesse mais amor, não existiria regras nem ordens nem leis nem condenação e nem mortes.  Pensem bem: É o amor uma lei? Ou é ele que nos livra dela? Deus nos ama dessa forma, incondicionalmente, pois ele, como PAI, sabe que condenar é pior que dar uma chance. Por isso, o amor nunca condena, pois havendo ele, ninguém há que condene.

      Jesus é pedra de tropeço aos filhos carnais. A salvação é dos fariseus.


Nenhum comentário:

Postar um comentário