Abas

Autenticismo na Web

Autenticismo na Web

“Retendo firme a Fiel Palavra” (Tito 1:9)

Mateus 28:19 e a Trindade




“Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.”

Mateus 28:19

Graça e Paz!

• Esse verso não diz que o Pai, o Filho e o espírito santo sejam três pessoas formando um Deus;
• "Em nome" não se refere a nome literal (substantivo próprio), visto que não é dito "nos nomes". O sentido mais apropriado do texto, é "na autoridade de", entrando em concordância com o verso anterior que fala da autoridade dada a Cristo;
• O texto não é citado por pais da igreja antes do concilio de Nicéia nem nele próprio. O texto era citado, por exemplo, por Eusébio, como sendo "em meu nome". E isso concorda com o entendimento dos apóstolos, que sempre batizava em nome de Jesus;
• Supondo que o texto seja verídico, ainda assim não prova a trindade, pelo primeiro fato aqui citado;
• O batismo ser na autoridade do espírito santo não prova que o mesmo seja uma pessoa distinta do Pai. O espírito santo, que é a presença e poder de Deus em seu povo, não é uma pessoa distinta de Deus, visto que Deus é Espírito. Note que, ao se dizer "em nome da lei", isso não faz da lei uma pessoa;
• A autoridade do Pai é essencial, pois ele é o único Deus, cabeça de Cristo. A autoridade do Filho é essencial, pois é o único senhor e Cristo, cabeça da Igreja. A autoridade do espírito santo é essencial, pois é ele que liga todo corpo da Igreja, a guia e distribui dons.

Portanto, Mateus 28:19, seja verídico ou não, não é suficiente nem possível como prova de que Deus não seja apenas o Pai.
Vale lembrar, que ao menos é ensinada uma trindade em qualquer parte do evangelho segundo Mateus. Não fazendo nem mesmo sentido lógico, Jesus Cristo ter mencionado algo não visto antes.

Em Atos 2 vemos uma grande pregação onde foram batizados 3000 judeus. Como judeus unitaristas, seria essencial que lhes fossem ensinados sobre a trindade, mas não foi. Foram batizados em nome de Jesus Cristo sem ao menos ter ideia de trindade ou de que pelo menos esse Jesus seja Deus.
Se o batismo está intimamente ligado à Trindade, como se sugere, algo está errado em Atos 2.
Quem está errado e em mentira, esse dogma chamado Trindade, ou as Escrituras?
Faça sua decisão.

_________________________________________________

Texto extraído da série “Seja Nobre”, da página “Deus é Um” no Facebook.
Fonte: fb.com/unitaristas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário